GuidePedia

0


eletron
São Paulo - Uma equipe de físicos encontrou uma nova partícula, a Z(3900). A descoberta é intrigante porque a partícula não se encaixa no modelo de física quântica existente atualmente.


Duas equipes de físicos da Organização de Pesquisas para Aceleradores de Altas Energias (KEK), no Japão, e do Instituto de Física de Altas Energias (IHEP), na China, fizeram a descoberta. Eles encontraram a Z(3900) quando faziam experimentos com partículas subatômicas Y(4260).
Os físicos colidiram elétrons e pósitrons para criar vários Y(4260). Durante o processo, os dados apontaram 3,9 GeV (gigaelétron-volt, medida padrão para a massa de partículas subatômicas). Isso significa que a massa da partícula encontrada tem, aproximadamente, 3,9 vezes a massa de um próton.
Essas informações levaram os cientistas a constatar a descoberta dessa nova partícula, Z(3900), feita de quatro quarks. Quarks são partículas subatômicas que formam a maior parte da matéria do universo, como blocos em uma construção. A maioria das partículas é composta por dois ou três quarks.
Até hoje, só haviam sido detectadas partículas formadas por três quarks ou menos. Por exemplo, as Y(4260), que teoricamente são formadas por dois. O problema é que as partículas Z(3900), ao contrário de tudo o que já foi visto, são teoricamente formadas por quatro quarks.
Porém, ainda falta confirmar a natureza dessas partículas. Se Z(3900) realmente for feita de quatro quarks, seu comportamento também deve ser diferente de tudo que os físicos já viram, o que forçaria uma mudança na maneira como teorizam a matéria.

Postar um comentário Blogger

 
Subir